Todo trabalhador assalariado, com registro em carteira, tem direito a uma nova conta vinculada ao seu contrato de trabalho regido pela CLT.

Também tem direito ao FGTS os trabalhadores rurais, temporários, avulsos, operários rurais que trabalham apenas no período da colheita de safras, atletas profissionais e empregados domésticos.

Geralmente no inicio de cada mes, os empregadores depositam nessa conta que é aberta pela Caixa Econômica a quantia correspondente a 8% do salario bruto do funcionário.

São esses depósitos mensais feitos pelas empresas que vão formar um patrimônio do FGTS, o fundo em si. Lembrando que o valor depositado não é descontado do salario, pois è uma obrigação do empregador.